planejamento de conteúdo

5 dicas para um bom planejamento de conteúdo para blog

Uma das falhas mais frequentes que eu vejo em estratégias de marketing digital para blogs é a falta de planejamento de conteúdo. Muitas vezes considerado apenas como uma “escolha de temas”, na realidade ele vai muito além disso e a performance do conteúdo, bem como os resultados obtidos, estão diretamente relacionadas a ele.

Neste artigo eu separei algumas dicas que podem ajudar quem está iniciando no tema ou precisa compreender melhor como realizar um bom planejamento e produzir conteúdo relevante. Vamos lá!

1. Conheça a situação da empresa e analise quais resultados ela necessita

Nem sempre o cliente sabe do que precisa. É por isso que produtores de conteúdo precisam ter a empatia de olhar para a situação da empresa e calcular como solucionar os problemas e trazer resultados.

Ele pode querer vender, por exemplo, mas será que a criação de um conteúdo de topo de funil não seria melhor para atrair mais visitas ao site, aumentar o reconhecimento de marca e fortalecer a fidelização antes de um conteúdo fundo de funil que apenas fale sobre o produto dele? Se você não entende de funil de vendas, tenho um outro artigo que pode te ajudar.

Outro exemplo é a produção de um conteúdo mais instrutivo/informativo, que pode ser criado quando a empresa conta com produtos que possuem alta taxa de reclamação causada por uso incorreto ou falta de manutenção. Afinal, manter um cliente antigo é melhor e mais barato do que conquistar um novo.

2. Estude muito SEO

Ainda existe uma carência muito grande por redatores que de fato compreendem o SEO. Atualizado constantemente, as boas práticas para que o artigo tenha bom desempenho nos mecanismos de busca precisam ser dominadas.

Vale ressaltar, que elas não incluem apenas escolher ao acaso uma palavra-chave relacionada ao assunto e iniciar o planejamento de conteúdo. É importante compreender a fundo o tema e utilizar as palavras-chave certas de acordo com o grau de dificuldade do ranqueamento.

Além disso, existem boas práticas que não estão relacionadas a escrita e sim a estrutura, formatação e inserção do texto nas plataformas como o WordPress. Por exemplo: é preciso que as imagens contenham a palavra-chave dentro do texto alternativo.

3. Crie o conteúdo pensando no leitor

Apesar das boas práticas precisarem ser inseridas, elas não podem atrapalhar a experiência de leitura. Se você é um consumidor de conteúdo digital, provavelmente já se deparou com algum artigo em que chegou a reconhecer o termo utilizado como palavra-chave, de tanto que ele foi inserido repetidas vezes.

Ao contrário do que possa parecer, isso não é bom para o SEO, pois, acima de tudo, os buscadores desejam entregar conteúdo relevante para os leitores.

Quando a experiência de leitura é prejudicada, a tendência é que o leitor não chegue ao fim do conteúdo, reduzindo um KPI muito importante, que é a taxa de rejeição, e impactando os resultados.

Ao fazer o planejamento de conteúdo, crie artigos que você tenha vontade de ler e de compartilhar. Coloque alma no seu conteúdo e, acima de tudo, entenda que produzi-lo significa transmitir conhecimento relevante a alguém de maneira única (nada de plágio).

4. Vá além do solicitado

Seu cliente pediu um artigo de blog por semana e você percebeu que ele precisa de uma quantidade maior? Comunique.

Viu que uma palavra-chave tem mais dificuldade de ranquear e que o artigo precisa conter mais palavras e ser mais aprofundado? Avise também.

Claro que ele pode recusar as suas sugestões, mas ao menos você tentou ajudar.

Quando você vai além daquilo que foi pago para fazer e entrega um bom trabalho, está ganhando a confiança dele e muito provavelmente será incluído em mais projetos.

5. Saiba reconhecer quando um planejamento de conteúdo deu errado

Se você deixar se levar pelo ego ou pelo medo e não admitir que a estratégia criada não funcionou, pode se conformar e ficar com as falhas e um péssimo resultado.

Por outro lado, caso encare de frente, poderá verificar quais foram os pontos fracos do planejamento e onde pode aprimorá-lo.

Não há nada de absurdo em errar de vez em quando, na verdade, muito do marketing é testado. Não há como prever que o planejamento vai fracassar. Às vezes você redigiu um anúncio incrível, um conteúdo fodástico, mas errou o tema ou o público-alvo e vice-versa.

Aprenda com os erros, inclusive, deixe-os registrados para não esquecer. Dessa forma, você evita que eles se repitam e evolui seu planejamento de conteúdo cada vez mais.

Gostou do conteúdo? Aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais. Quem sabe alguém possa se beneficiar dessas informações também!

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba dicas, Informações e novidades sobre marketing digital

Contato

E-mail: contato@1nicdigital.com.br
Nos acompanhe nas redes sociais
WhatsApp